quinta-feira, 18 de junho de 2020

Quando o orçamento estoura

Tenho um tempinho sem postar, me desculpem, mas não significa que estou parado no meu dia a dia das casas de aluguel e na construção das novas moradias.

O bom conselho informa que antes de executar qualquer projeto devemos fazer um bom planejamento, principalmente orçamentário. Vejo muitos começando no meu ramo de construção de casas de aluguel e não param pra colocar no papel todos custos financeiros envolvidos e também dos aborrecimentos com a obra.

Todas minhas casas, mesmo inicialmente não tendo muita experiência, construí com um pequeno planejamento financeiro e principalmente mental, isso mesmo, construir requer várias renúncias na vida. Cada bloco que colocamos requer esforço, sacrifício, compreensão até dos familiares, pois afeta a todos num ambiente do lar.

Vejo nas minhas andanças vários pequenos construtores que ficaram pelo caminho a anos, não conseguiram finalizar suas casinhas. Tenho até visto anúncios de imóvel só no concreto aguardando o acabamento.

Estou praticamente na minha última construção, decide não mais ampliar meu portfolio de casas de aluguel. Tenho vários outros empreendimento para mais 5 anos de construção, mas chega uma hora que cansa, pois além de tomar conta de toda logística construtiva, ainda tenho que cuidar das locações que em tempo de pandemia estão com maior rotatividade.

Fugindo das armadilhas na hora de planejar a logística
Escapando das armadilhas da falta de planejamento

Devo passar das 20 casas de aluguel até o final de 2021 e daqui pra lá avaliar se manterei posição em algumas, assim como disse em outro post "Casa também envelhece". 

Atualização 

A construção me deixou sem qualquer reserva de emergência, toco o barco com o que vai entrando no caixa, praticamente essa tem sido minha forma de construir até agora. Ponto positivo que além de não pegar empréstimos, piso onde posso alcançar. Todos meus imóveis estão locados e mesmo na crise que assola boa parte dos empreendedores, minhas novas locações apliquei reajustes.

10 comentários:

  1. Quase apago você dos meus feeds...
    some assim não, pô.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu peço desculpas. Ultimamente, mesmo na quarentena, tenho tocado vários projetos fora as atividades do dia a dia. Diferente da maioria da população, eu não parei um dia.

      Sou como um Transatlântico preparado para mar calmo e revolto sem perder por um segundo o objetivo da chegada no porto seguro.

      Excluir
  2. Show de bola VDA. Você é um dos poucos que admiro aqui na Finansfera. Sempre com posts muito serenos, é um cara trabalhador e que não tem preguiça de botar a mão na massa.

    Sobre a questão de ampliar ou não seus empreendimentos. É uma questão muito complexa. 20 casas realmente é uma quantidade muito boa, mas não é o suficiente dependendo do seu propósito de vida.

    Acredito que quando o homem para de expandir o seu negócio, ele morre. O Homem tem necessidade de estar movimentando, crescendo, gerando valor a sociedade, fazendo a diferença.

    Os que param e resolvem deitar na rede e viver de renda, a depressão costuma acomete-los.

    Então aí que está, você tem que ver qual o seu propósito/plano de vida.

    Só o dinheiro vindo dos alugueis não basta, não é isso que irá te trazer sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei de sua colocação, na verdade o que penso é colocar alguns ovos em outras cestas, diversificar para algo que não me prenda muito. Devo permanecer no ramo imobiliário do baixo clero, mas, todavia, abrir um leque para móveis de leilão.

      Excluir
  3. Vc vive só dos aluguéis ou tem outra fonte de renda?

    Meu avô morava na periferia em Salvador. Construiu uma pequena vila ao longo da vida trabalhando como pedreiro. Quando não trabalhava para os outros trabalhava nas unidades dele.
    Se aposentou com salário mínimo e tinha 16 pequenos imóveis: 1/4, sala e banheiro.
    Ele mesmo fazia reparos até ficar doente. Em 2018 meu avô faleceu. Hoje minha vó recebe uma salário mínimo de pensão e mais de 6k de aluguéis que divide com os 3 filhos. Ela fica com metade e a outra metade divide entre os 3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho outra renda, mas os alugueis superam a essa. Penso sobre imóveis como seu Avô fez; segurança financeira.

      Isso está garantindo uma vida digna para viúva e filhos.

      Excluir
  4. Caraca 20 casinhas , e eu querendo 4 achando já é dor de cabeça demais.
    Mas a pergunta vc acha que o CUB é uma boa estimativa de gastos?
    https://sindusconsp.com.br/cub/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra se ter ideia de custo de construção sim, mas como construo de modo formiguinha sem contratação de empresa, o custo por m2 é muito menor. CUB é referência para construturas e/ou quando vc vai avaliar o preço de um imóvel.

      Quando tinha só quatro era dboa, mas junto com aumento do patrimônio vem aumento da responsabilidade na administração.

      Abraços

      Excluir
  5. Obrigado por voltar a compartilhar a sua grande experiência, estou eu mesmo reformando um imóvel e dividir para né proporcionar 3 alugueis, e suas dicas foram fundamentais não deixe de compartilhar seu conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em puder compartilhar e ajudar pessoas com minha experiência. De vez em quando irei postando atualizações.

      Excluir

Obrigado pelo comentário. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...